Semana do Cliente: Lu Locchi elenca 5 dicas certeiras para uma vitrine de sucesso

Estamos no meio da Semana do Brasil e às vésperas do Dia do Cliente e ainda dá tempo de fazer um checklist estratégico no ponto de venda. A consultora de visual merchandising e vitrinismo do Clube da Mesa Posta, Lu Locchi, elegeu algumas dicas certeiras para montar uma vitrine de sucesso e se dar bem nesse setembro aquecido. Confira:

1.Seja criativo

A vitrine é certamente o primeiro contato com o cliente. Ela comunica as informações primárias sobre uma marca e tem como missão atrair o consumidor para o ponto de venda. Para a consultora, que hoje atua nas principais feiras dos segmentos de casa, festas e decoração, esse ambiente é uma importante ferramenta de comunicação visual e, portanto,  precisa ser bem aproveitado.“Não tenha medo de explorar a criatividade nesse espaço e, se possível, conte uma história”.

2. Quantidade adequada

Mas o poder da vitrine vai além do visual. Segundo a especialista, esse ambiente é capaz de aguçar o imaginário das pessoas e estimular o encantamento. No entanto, uma vitrine vazia ou mesmo com sobreposição de produtos pode quebrar completamente esse efeito. “Coloque poucos produtos e somente aqueles que realmente possuem esse poder. Para além da vitrine, entender qual o melhor lugar para expor cada mercadoria é um fator importante para aumentar o fluxo de vendas”.

3.  Invista na iluminação

A iluminação é um dos pontos mais importantes na criação de um espaço agradável. Lu Locchi não só concorda com essa afirmação como ressalta as consequências que uma má iluminação desse ambiente pode causar. “Desvaloriza a apresentação, deixando de destacar os produtos que se quer deixar em evidência, além de provocar desconforto visual no cliente”. Segundo a expert, é importante que as lâmpadas utilizadas tenham cor e temperatura correspondentes ao contexto da vitrine. “Na dúvida, o lojista deve procurar a ajuda de um profissional especializado”, recomenda.

4. Exponha apenas o que tem em estoque

Muitos lojistas cometem o erro de expor produtos que não têm em estoque. Além de ser desvantajoso para o próprio lojista, essa prática fere o direito do consumidor e configura publicidade enganosa. Para Luciana, o ideal é expor somente o que tem em estoque e aproveitar o poder da vitrine para explorar melhor os produtos que estão parados. “Expor esses produtos e pensar em ofertas atrativas para o consumidor, mobilizando também os vendedores. Essa é uma boa estratégia para reduzir os prejuízos com o estoque e ainda aumentar os ganhos no faturamento”.

5. Renove a apresentação

Como mencionado na primeira dica, vitrine é lugar de criatividade e é nela que as técnicas de vitrinismo e visual merchandising começam. Portanto, é preciso repaginar esse ambiente com frequência e caprichar na apresentação. Segundo a expert do CMP, aproveitar lançamentos e datas comemorativas – como a que estamos –  são ótimas oportunidades para isso. Conforme a consultora, o conceito de consumo mudou e, portanto, é importante pensar também nas experiências do cliente. “Com a vitrine não é diferente. Há diversas formas de encantar e convidar o consumidor por meio desse ambiente”, diz Locchi.

Dica extra da consultora: “Você precisa entender que sua loja é ÚNICA. Lembre-se sempre disso e mantenha a singularidade dela. A marca tem que ser lembrada por quem fizer parte da experiência”.